Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
Contacto
Dúvidas ou sujestões dicasparapoupar@gmail.com
Newsletter

Escreve aqui o teu e-mail:

Delivered by FeedBurner

12
Mar
14

Arroz de pato é uma refeição que gostamos bastante, mas nunca tinha feito em casa, ou porque demora muito tempo ou porque o pato é caro nunca tinha calhado.

 

Entretanto no outro dia encontrei um pato a bom preço no Pingo Doce, ficou a 2,98€/kg como o pato pesava cerca de 1,50kg ficou por 4,71€. Na maioria das vezes que havia esta promoção quando chegava ao final do dia já não havia pato para ninguém, mas desta vez fui à hora de almoço e consegui.

 

Na altura parti o pato em quatro bocados e congelei, a semana passada fiz então o meu primeiro arroz de pato.

 

Aproveitei um dia que o jantar era mais rápido, tirei o pato para descongelar de manhã e à noite cozi, no dia seguinte foi só desfiar e preparar o arroz e assim já foi mais rápido, cozi o pato todo porque me parecia pouco, mas depois de desfiado deu para o nosso arroz de pato e ainda sobrou outro tanto, coloquei numa taça e congelei novamente para uma nova refeição de arroz de pato, como já tinha sido cozido não há problema em voltar a congelar.

E como o arroz de pato não fica tão bom se não foi com a água de cozer o pato, coloquei a água necessária para a próxima também numa tacinha e congelei, assim o próximo arroz de pato fica um arroz de pato verdadeiro e delicioso. 

 

Ingredientes:

metade de 1 pato

1 cenoura

1 cebola pequena

1 cebola grande

1 folha de louro

1 lata de cogumelos pequena

2 medidas de arroz agulha (usei Cigala)

2 medidas de água de cozer o pato

2 medidas de água

1 colher (sopa) polpa de tomate

1 chouriço corrente

azeite, sal e piri-piri q.b.

 

Modo de preparação:

Cozer o pato em água temperada com sal e uma folha de louro, juntar também a cenoura e  uma cebola inteira descascada. Deixar ferver até o pato estar cozido, eu fiz este procedimento no dia anterior para ser mais rápido.

Desfiar o pato para uma tigela, partir a cenoura em rodelas pequenas e reservar. Entretanto ir fazendo o arroz, picar metade da cebola grande e refogar num pouco de azeite, juntar o arroz e deixar fritar um pouco, juntar 2 medidas de água de cozer o pato e 2 de água normal, pode ser ou não quente, como tinha cozido o pato no dia anterior a água não estava quente, mas ficou bom à mesma porque utilizei arroz Cigala, é infalível. 

Juntar a polpa de tomate, temperar de sal, ter atenção que a água do pato já tem sal, por isso é melhor provar antes para não salgar de mais, e deixar cozer o arroz. Utilizo apenas metade da água de cozer o pato para não ficar com tanta gordura o arroz, que é prejudicial para a nossa saúde.

Noutro tacho refogar a restante cebola picada com um pouco de azeite, juntar os cogumelos e deixar refogar mais um pouco, adicionar o pato desfiado e deixar aquecer, se necessário colocar um pouquinho de água de cozer o pato, pouquinho mesmo, só para não agarrar ao tacho.

Num tabuleiro de ir ao forno ou pirex, colocar metade do arroz, espalhar por cima o pato, e a cenoura em rodelas, também juntei um pouco de chouriço, já me estava a esquecer dele, foi antes cortado em rodelas finas. Colocar o restante arroz e alisar, colocar as rodelas de chouriço por cima do arroz e levar ao forno até o chouriço alourar, sem deixar queimar.

E está pronto a servir.

 

Ficou delicioso mesmo, como foi a primeira vez estava com algum receio de falhar qualquer coisa, mas saiu perfeito e o arroz estava uma delícia, quando provei o arroz pensei cá para mim, até comia o arroz assim sem pato nem nada, tão saboroso que está {#emotions_dlg.clown}

 

Como o pato foi comprado com 50% de desconto, os cogumelos e o arroz também comprei em promoção, esta refeição teve um custo de 3,50€, sendo que dá perfeitamente para 3 pessoas, pois deu para o nosso jantar e para o almoço do J. no dia seguinte.

 

Aqui está o meu arroz de pato {#emotions_dlg.happy}

 

 

Espero que gostem e bom apetite {#emotions_dlg.sol}

publicado por Rosa Cristiana* às 10:59
27
Fev
14

Bem, tinha planeado uma receita de atum assim bem leve para o jantar de ontem, não eram bem wraps era talvez uma massa de atum, mas à última da hora lembrei-me que já andava à muito tempo para experimentar esta receita e podia ser um bom dia, acompanhado com uma sopinha qe já tinha feito, uma refeição rápida e deliciosa.

 

Ingredientes:

Massa

- 250 g de farinha

- 2 colheres (sopa) de azeite

- 1 pitada de sal

- 100 g de água

Recheio

- 2 latas de atum

- 1 cenoura ralada

- 1 lata pequena de milho

- 3 colheres (sopa) de maionese

- 1 dente de alho

- 1 raminho de salsa

 

Modo de preparação:

Começamos por fazer a massa, misturando bem todos os ingredientes até que fique a massa de desagarre das mãos, se necessário acrescentar um pouco mais de farinha. Tapar com um pano e deixar repousar cerca de 30 minutos.

Entretanto preparar os ingredientes para o recheio, escorrer o óleo do atum, ralar a cenoura e fazer a maionese de alho, esmagando o dente de alho, misturar com a maionese e a salsa picada, juntando também um pouco de piri-piri se acharem necessário.

 

Passados os 30 minutos, dividir a massa em pequenas bolas e estender para fazer os Wraps, levar uma frigideira antiaderente ao lume sem qualquer gordura e quando estiver quente colocar uma rodela de massa, deixar dourar de ambos os lados e colocar num prato, tapadas com um pano para não arrefecerem.

 

Depois rechear os Wraps com o atum, o milho, a cenoura ralada e por cima a maionese, fechar os Wraps e prender com um palito, caso necesssário e estão prontos a servir :)

 

Rápido, fácil e delicioso :)

 

Custo: Com os ingredientes comprados na promoção de 75% do Intermarché que utilizei nesta receita, ficou a menos de 1€.

 

Deu para ontem e para hoje o J. levar para o trabalho, esta é uma refeição que também é boa para levar na marmita, uma vez que se come bem fria.

 

publicado por Rosa Cristiana* às 08:18
28
Jan
14

Hoje trago mais uma receita muito prática para aproveitar sobras, mais uma vez sobras de frango.

 

Para a base poderão usar esta que apresento, ou se estiverem com mais pressa podem sempre usar massa folhada ou quebrada de compra.

 

Ingredientes:

Para a base

- 250g de farinha

- 100 g de manteiga derretida

- 100 ml de água

Para o recheio

- sobras de frango desfiado

- 1 lata de cogumelos

- 1 lata de milho

- 1 cenoura grande

- 4 ovos

- 2 dl de leite

- 100 g de queijo ralado

- sal e piri-piri

 

Modo de preparação:

Começar a preparar a base, colocar a farinha numa tigela, juntar a farinha e a água e misturar tudo muito bem, até que fique uma bola que descole das mãos, se necessário juntar um pouco mais de farinha, podem usar a batedeira com as varas de massa.

Deixar repousar cerca de 15 minutos e aconchegar bem na tarteira.

Preparar então o recheio: colocar o frango, o milho e a cenoura ralada por cima da massa. Depois misturar os ovos com o leite e bater bem, temperar de sal e piri-piri e colocar por cima da massa também, polvilhar com o queijo ralado e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 45 minutos ou até que fique douradinha.

 

É uma refeição muito prática de fazer e deliciosa, é também uma boa receita para levar para o trabalho e que até se pode comer fria, sendo boa também para piqueniques.

 

Custo: Esta receita teve um custo de 2€, tendo em conta que é uma refeição de sobras.

 

 

Bom apetite :) 

 

publicado por Rosa Cristiana* às 09:06
10
Jan
14

A primeira vez que fiz rissóis foi com esta receita e ficaram simplesmente aprovados, são uma verdadeira delícia.

 

Muito bons mesmo, o namorado que não gostava muito de rissóis passou a adorar estes.

 

Ingredientes:

Para a massa

- 2 chávenas de água

- 1 colher (sopa) bem cheia de margarina ou manteiga

- casca de 1 limão

- 2 chávenas de farinha

 

Para o recheio

- 2 latas de atum

- 1 cebola

- 1 colher (sopa) margarina

- 1 copo de leite

- 3 colheres (sopa) de farinha

- piri-piri a gosto

 

1 ovo batido

pão ralado caseiro

óleo para fritar

 

Modo de preparação:

Primeiro preparamos a massa, levamos a água ao lume com a margarina e a casca de limão. Assim que começar a ferver, retiramos a casca de limão e juntamos a farinha de uma só vez, mexendo sempre até que esteja a massa forme uma bola que se desagarre do tacho.

Colocar a massa em cima da pedra da bancada polvilha com farinha e deixar arrefecer um pouco.

Podemos fazer então o recheio, levamos a cebola picada a refogar com a margarina, de seguida juntamos o leite mexendo bem, quando ferver juntamos a farinha e mexemos sempre para não ganhar grumos, juntamos o atum, temperamos com piri-piri (caso achem necessário, uma vez que o atum já tem sal não achei necessário colocar) e vamos mexendo sempre até que a mistura comece a desagarrar do fundo.

 

Depois com o rolo da massa, esticamos a massa fina, mas de forma a que não rasgue e colocamos uma pequena colher do recheio no meio, conforme o gosto, depois viramos a massa por cima e cortamos com um copo de forma a que apanhe todo o recheio claro (esqueci-me de tirar foto desta parte que é um pouco complexa, mas para a próxima a ver se me lembro e coloco aqui um passo a passo).

Vamos repetindo o processo até acabar a massa e o recheio.

Passamos então depois cada pastel pelo ovo e pelo pão ralado. Fritei alguns para comer no dia e para o J. levar na marmita no dia seguinte, os que sobraram foram para o congelador apenas panados, sem fritar.

Quando apetecer rissóis ou num dia em que o tempo para cozinhar escasseia são uma óptima refeição e caseirinhos, mil vezes melhor que os de compra. Basta retirar ainda congelados e colocar a fritar, tal como faríamos com os de compra.

 

Esta receita rende cerca de 25 rissóis, depende do tamanho que façam e teve um custo de 2€, já fazendo conta ao óleo de fritar, que quando frito poucos e fica pouco sujo ainda guardar para uma próxima, coando o pão ralado.

 

Cá estão eles, panados antes de fritar, cerca de metade foram assim directamente para o congelador, espalho por cima das coisas que estão no congelador e no dia seguinte coloco num saco de congelação, assim ficam sempre separados e podemos gastar apenas os que queremos.

 

 

 Alguns já depois de fritos.

 

 

Também já fiz uma vez com as massas finas da Buitoni que comprei a custo zero e  também ficaram bons, um pouco mais estaladiços.

 

Esta é uma receita mesmo deliciosa e muito prática. Se experimentarem não se vão arrepender :)

 

Também são ideiais para entradas nas festas e ficam muito mais económicos que os de compra e bem melhores :)

 

Bom apetite{#emotions_dlg.sol}

 

publicado por Rosa Cristiana* às 10:11
30
Dez
13

A Marmita Lisboeta propôs-me fazer uma receita que fosse adequada para levar na marmita, e eu apresentei estas deliciosas empadas de frango.

 

É uma receita simples, mas que se torna muito útil quando necessitamos de receitas que se possam comer bem frias e é ideal para aproveitar sobras também.
Empadas de frango
Ingredientes:
Massa:
500 g de farinha
200 g margarina amolecida
2 ovos
2 copos de água
Recheio:
Sobras de frango estufado (cerca de 300g já desfiado)
1 cenoura
1 cebola
2 colheres (sopa) de margarina
2 chávenas de caldo de carne (aproveitei parte do molho do frango)
1 chávena de farinha
sal e piri-piri
1 ovo batido para pincelar
Modo de preparação:
Para a massa misturar a farinha com a margarina, os ovos e a água e uma pitada de sal, amassar bem até que a massa descole da taça, se necessário acrescentar um pouco mais de água. Deixar repousar cerca de 1 hora.
Entretanto, pode-se preparar o recheio. Levar a cebola picada com a margarina a alourar, adicionar a farinha e mexer bem, juntar depois o caldo de carne (ou molho de frango), mexendo sempre e acrescentar o frango desfiado e a cenoura ralada e misturar tudo muito bem, temperar de sal e piri-piri (atenção aos temperos do frango), quando começar a descolar do fundo apagar o lume, sem deixar ferver.
Esticar então a massa e cortar em círculos, com a ajuda de um copo, colocar um círculo nas formas já barradas com margarina e polvilhadas com farinha, colocar depois uma colher de recheio em cada forma e tapar com outro círculo de massa.
Repetir este processo até terminar os ingredientes, depois pincelar com o ovo batido e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 30 minutos, até estarem douradinhas.
Se não quiserem estar a fazer a massa poderão usar massa folhada de compra, ou própria para empadas, é mais rápido e mesmo assim ficará mais económico e mais saudável do que comprar empadas já feitas. Também já utilizei as massas finas da Buitoni, que comprei a custo zero e ficaram deliciosas.
Esta receita rende cerca de 30 empadas e terá um custo de cerca de 1,80€ já contabilizando o frango, que neste caso foram sobras de frango estufado.
Aqui estão algumas empadas na marmita.
Bom apetite :)
publicado por Rosa Cristiana* às 08:41
04
Nov
13

Na maioria das refeições que faço com frango sobra sempre um ou dois bocadinhos que já não servem para uma refeição, mas que eu guardo sempre. Desfio o frango que sobre e coloco numa tacinha no congelador, quando a quantidade é suficiente para uma refeição para nós dois retiro do congelador e faço, desta vez surgiu esta massa com frango gratinada, deliciosa e mais que aprovada. Normalmente retiro o frango de manhã antes de sair de casa e quando chego já está bem descongelado.

 

Pode ser feita com sobras de frango assado, estufado, etc. Ou podem simplesmente cozer quantidade de frango suficiente e desfiar.

 

Ingredientes:

frango desfiado

1 lata de cogumelos

1 lata de milho pequena

1 cebola pequena

azeite

1 cubo de tomate

300 g de massa (utilizei esparguete)

200 g queijo mozarella ralado

 

Modo de preparação:

Colocar um tacho com água e sal a ferver, para cozer a massa. Assim que estiver a ferver adicionar a massa e cozer al dente. Noutro tacho ou frigideira colocar a cebola picada a refogar um pouco no azeite, juntar os cogumelos e deixar refogar um pouco, adicionar o frango e o cubo de tomate e refogar apenas para aquecer o frango. Desligar o lume e juntar a lata de milho e misturar bem com o frango.

Ligar o forno a 180ºC para aquecer. Num tabuleiro de ir ao forno, colocar a massa e a mistura do frango em camadas ou misturar tudo, cobrir com o queijo ralado e lavar ao forno até gratinar o queijo. Eu coloco também um pouquinho de queijo no meio da massa :)

 

A primeira vez que fiz este comer até tinha pensado em fazer com outro tipo de massa, por exemplo penne, mas o J. disse para fazer com esparguete e até ficou muito bom :)

Uma refeição de sobras que se tornou numa das preferidas lá de casa {#emotions_dlg.happy}

 

Além de ser uma refeição económica, também é super rápida, em cerca de 30 minutos está pronta. E ainda é uma refeição que se pode levar para o trabalho no dia seguinte sem precisar de aquecer, agora o J. não tem onde aquecer a comida e então tenho que encontrar sempre comidas que sejam boas mesmo frias :)

 

Custo:Não contabilizando o custo do frango que são sobras, fica por 2,20€ :) Deu para nós dois ao jantar e para o J. levar no dia seguinte para o trabalho. Eu como em casa da mamã :)

 

Bom apetite :)

 

publicado por Rosa Cristiana* às 11:10
10
Set
13

Depois do sucesso que fizeram cá em casa os croquetes de carne, foi a vez de fazer uns croquetes de peixe. Como andavam pelo congelador duas postas de peixe vermelho que já não dariam uma refeição foi a solução que encontrei para os usar, bem como um resto de delícias do mar também, uma vez que pretendia descongelar o congelador antes do fim das férias.

 

Estes até os fiz num dia que fui almoçar a casa da minha mãe, levei já os ingredientes todos e fiz lá estes croquetes, que foram acompanhados por um arrozinho de cenoura e ervilha (a ervilha também estava no congelador, foi tudo para aproveitar :)

 

Ingredientes:

1 embalagem de atum Pitéu Económico (corresponde a duas latas de atum)

sobras de peixe (neste caso duas postas de peixe vermelho)

4 delícias do mar

1 cebola

1 raminho de salsa

3 colheres (sopa) manteiga (usei margarina)

15g de farinha

100 ml de leite

1 folha de louro

farinha, ovo e pão ralado caseiro para panar

óleo para fritar

 

Modo de preparação:

Primeiro levei o peixe a cozer num pouco de água com sal. Entretanto coloquei as delícias do mar partidas na picadora, piquei grosseiramente a salsa e juntei, desfiei também o peixe, depois de cozido, retirando todas as peles e espinhas e piquei tudo na picadora. Neste caso, o atum nem passei pela picadora, apenas desfiz bem e juntei com o restante peixe.

Depois preparei os croquetes exactamente como fiz nos de carne, levei a cebola picada a refogar na margarina, com a folha de louro, assim que refogou acrescentei a farinha e mexi muito bem até ficar uma mistura homogénea e sem grumos, acrescentei o leite misturando bem, de seguida adicionei o peixe e envolvi tudo muito bem até a mistura começou a desagarrar do tacho. Retirei a folha de louro.

Deixei arrefecer um pouco e moldamos os croquetes, eu moldei em bolinhas porque é mais fácil e rápido.

Passar depois por farinha, por ovo e pelo pão ralado e levar a fritar em óleo bem quente.

 

Servi com arroz de cenoura  e ervilhas :)

 

O J. que gosta pouco de peixe até disse, estes ainda ficaram melhores que os outros, aprovadíssimos portanto :)

 

Esta receita também pode ser bastante útil quando sobram restos de peixe assado ou frito que já não sabe bem comer frio, basta desfiar o peixe e juntar os restantes ingredientes caso pretendam, podem também desfiar o peixe e congelar, quando tiverem suficiente para os croquetes, mãos a eles :)

 

Custo: Para mim teve um custo de 1,25€ uma vez que o atum foi comprado numa promoção e o peixe também. Os restantes ingredientes são quase todos caseiros, rendeu cerca de 20 croquetes bem bonitinhos :)

 

Bom apetite :)

 

 

publicado por Rosa Cristiana* às 11:26
13
Ago
13

Nos últimos dias antes das férias, as refeições de aproveitamentos abundam cá em casa, pois o objectivo é esvaziar o congelador.

 

Assim, tinha carnes de vários tipos no congelador, restos que sobraram e eu fui congelando e decidi fazer estes croquetes de carne que já estavam na minha lista à algum tempo.

 

Ficaram deliciosos, não tem nada a ver com os de compra, muito melhores e o J. adorou.

 

Ingredientes:

Cerca de 500g de sobras de carne cozida, assada, estufada

1 cebola

3 colheres (sopa) manteiga (usei margarina)

15g de farinha

100 ml de leite

1 folha de louro

farinha, ovo e pão ralado caseiro para panar

óleo para fritar

 

Modo de preparação:

Juntei as sobras de carne todas e coloquei na picadora, tive que colocar por duas vezes, ainda adicionei um pouquinho de arroz que tinha sobrado do dia anterior e já não era tão pouco que não gastava em nada. Entretanto levei a cebola picada a refogar na margarina, com a folha de louro quando refogou acrescentei a farinha e mexi muito bem até ficar uma mistura homogénea e sem grumos, acrescentei então o leite misturando bem, de seguida adiciona-se a carne e envolve-se tudo muito bem, mexendo sempre até a mistura começar a desagarrar do tacho. Retirar a folha de louro.

Deixamos arrefecer um pouco e começamos a moldar os croquetes, eu moldei em bolinhas porque é mais fácil e rápido.

Passar depois por farinha, por ovo e pelo pão ralado e levar a fritar em óleo bem quente.

 

Servi com arroz de cenoura e uma saladinha :)

 

Ainda pensei em adicionar à carne a cenoura ralada, mas optei por fazer um arroz de cenoura com ela :)

 

Custo: Não contabilizando a carne que já eram de outras refeições (sobras) esta refeição tem um custo de 0,50€, para mim ficou ainda menos porque a maioria dos produtos veio de casa da minha mãe.

 

  

 

Bom apetite :)

publicado por Rosa Cristiana* às 11:12
18
Abr
13

O que fazer quando nos apetece uma pizza, mas não estamos com muita paciência para fazer a massa, às vezes também à dias assim.

 

Mas para esses dias também existe uma solução prática e muito saborosa, pegar num pacote de pão de forma e mãos à obra, isso mesmo :)

 

Ingredientes:

1 pacote de pão de forma 850g (1,39€)

molho de tomate com orégãos (caseiro)

200 g de fiambre (Izidoro no PDoce) (0,80€)

200 g de chourição (usei Damatta) (1,00€)

200 g de queijo mozzarella (ralado em casa) (1,36€)

1 lata de cogumelos laminados (0,90€)

2 latas pequenas de milho (0,85€)

 

Modo de Preparação:

Preparar ou aquecer o molho de tomate, entretanto podemos também pré-aquecer o forno e dispor as fatias de pão de forma e depois ir colocando os ingredientes em cada uma, um pouco de molho de tomate, o fiambre, o chourição, os cogumelos, o milho e por fim o queijo ralado, neste caso usei o mozzarella em fatias.

 

Depois é só levar uns minutinhos ao forno e está pronto :)

 

É uma receita rápida, prática e muito saborosa, principalmente para amantes de pizza, se preferirem podem acompanhar com uma sopa :)

 

Custo: Contabilizei 6,30€, mas esta receita dá à vontade para 4 pessoas :) E nós somos bem gulosos :) Fica a 1,58€ por pessoa.

 

Poderão alterar os ingredientes conforme o gosto.

 

Bom apetite :)

 

publicado por Rosa Cristiana* às 10:35
17
Out
12

Estes bolos de bacalhau resultaram de um aproveitamento de sobras.

 

Foi um dia que jantei sozinha, e tinha sobrado do dia anterior uma posta de bacalhau e algumas batatas cozidas, assim pensei mesmo o que fazer com aquilo, foi então que me lembrei de fazer bolos de bacalhau.

 

Nunca tinha feito, mas gostei da experiência e voltarei a repetir :)

 

Ingredientes:

Meia cebola

1 dente de alho

1 pouco de azeite

Bacalhau

Batatas

1 ovo

1 ramo de salsa

piri-piri

óleo para fritar

 

Desfazem-se as batatas em puré e adiciona-se um ovo, mexe-se bem até que fique uma mistura homogénea.

Depois de desfiar o bacalhau. Levamos ao lume um tacho com a cebola picada, o alho picado e um pouco de azeite a refogar. Adicionamos o bacalhau e deixamos refogar mais um pouco, mexendo para ele se desfazer bem, temperamos com piri-piri e sal se necessário.

Misturamos então com a batata e adicionamos a salsa picada, misturanto tudo muito bem até ficar bem homogéneo.

Agora é so levar o óleo a aquecer, formar os bolinhos com a ajuda de duas colheres e fritar.

Acompanhei com arroz de tomate e uma salada :)

 

Os meus restos de bacalhau e batata, renderam-me 8 bolinhos que deram para 2 refeições para mim :) E assim se poupa!

 

publicado por Rosa Cristiana* às 08:20
mais sobre mim
Dica da Semana

Publicidade
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO