Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Contacto
Dúvidas ou sujestões dicasparapoupar@gmail.com
Newsletter

Escreve aqui o teu e-mail:

Delivered by FeedBurner

07
Jul
14

 

 

Hoje, está um dia um pouco melhor, mas o fim de semana não esteve nada, muita chuva e frio, onde sabe sempre bem uma sopinha para aquecer a alma. No verão não comemos tanta sopa como no inverno, mas tento ter todas as semanas uma sopinha para comer antes da refeição, por isso hoje temos uma sopa tradicional portuguesa e que cá em casa gostamos muito: Caldo Verde.

 

Não sei esta é ou não a recita "oficial" mas foi a que a minha mãe me ensinou e faço sempre assim e ficam bem boa.

 

Ingredientes:

4 ou 5 batatas

cerca de 6 folhas de couve galega

1 chouriço (desta vez usei corrente)

Sal e cubo de caldo de carne (caseiro de preferência)

 

Modo de preparação:

É uma sopa de preparação muito fácil e rápida, não tem grande dificuldade. É só descascar as batatas, partir em pedaços e levar a cozer em água, o facto de colocarem mais ou menos, mais ou menos batatas é que varia um pouco depois na consistência do creme, nós cá gostamos dele um pouco para o espesso, há quem goste dele mais aguado, nesse caso ou colocam menos batatas ou mais água. Levar a cozer as batatas com sal, assim que estiverem cozidas triturar bem até ficar em creme, neste passo é mais fácil verificar a consistência do creme e aí decidem se colocam mais água ou deixam mais espesso. Entretanto a couve já deve estar partida, eu nem sempre utilizo couve galega, também utilizo outras que a minha mãe tenha no quintal e que me pareçam boas, tem ficado sempre bom, para cortar, enrolamos bem as folhas de couve e depois cortamos finamente para caldo verde, há quem utilize uma máquina própria para cortar, eu não tenho nem acho propriamente necessário. Depois lavamos a couve e assim que o creme começar a ferver adicionamos, colocamos também o chouriço para cozer.

Passados uns minutos retiramos o chouriço, sendo chouriço corrente é apenas uma fervura, se for outro tipo deve estar mais tempo para cozer. Devemos então retificar temperos e adicionar o caldo de carne.

Depois da couve cozida adicionar a chouriça em rodelas e servir bem quentinha :)

 

Custo: Bem tendo em conta que as batatas e couves são caseiras, apenas contabilizo o chouriço que desta vez foi comprado, ficou por 0,45€, quando utilizo também chouriço caseiro é uma sopinha a custo zero, para quem tenha que comprar ficará por 0,90€.

 

Bom apetite :)

 

publicado por Rosa Cristiana* às 11:25
28
Out
13

Uma sopa é sempre uma refeição reconfortante e que deve complementar as refeições da semana, mas por vezes torna-se complicado pelo tempo que demora a fazer e o tempo não dá para tudo.

 

Assim, decidi experimentar fazer esta sopa de legumes na panela de pressão para ser mais rápido e resultou muito bem.

 

Ingredientes:

3 batatas médias

2 alhos franceses

2 cenouras

4 cubos de abóbora

1 couve lombarda pequena

1 mão cheia de massa a gosto

1 cubo de caldo de carne

1 fio de azeite

sal

 

Modo de preparação:

Descasquei as batatas e cortei em pedaços, os alhos franceses também os arranjei e cortei em rodelas grandes, apenas a parte branca, neste caso as cenouras até estavam no congelador, já partidas em pedaços e a abóbora também, no outro dia a minha mãe deu-me uma e eu parti em pedaços e coloquei no congelador para ir colocando nas sopas, coloquei 4 cubos médios, para que depois não ficasse a saber à abóbora. Depois de todos estes legumes preparados e lavados coloquei na panela de pressão, coloquei água até cobrir juntei o caldo de carne, neste caso era caseiro, se utilizarem knorr aconselho usar apenas meio cubo, para não ficar um sabor muito intenso, um fio de azeite e sal q.b.. Depois tapei a panela de pressão e levei ao lume, quando começou a ferver (ou o apito a rodar) contei 5 minutos. Deixei sair a pressão, e triturei os legumes. Acrescentei mais um pouco de água para não ficar o creme demasiado espesso e deixei ferver, agora normal.

Arranjei a couve lombarda e cortei em juliana, penso que é assim que se designa, depois da sopa começar a ferver juntei a couve e a massa, neste caso usei cotovelos, rectifiquei temperos e deixei cozer a massa e a couve por mais 5 minutos, normalmente, coloquei a tampa na panela mas só pousada, sem apertar.

 

E em cerca de 15 minutos estava a sopa feita sem grandes complicações nem demoras, o que por norma demoraria sempre cerca de 30 minutos ou mais.

 

Para quem tenha crianças que não gostam de legumes esta é uma boa forma de eles comerem sem saber, uma vez que não se nota nada depois de triturado, se não gostarem também da couve lombarda podem também juntar com os outros legumes e triturar. Adicionei a massa porque gosto de encontrar qualquer coisa junto com o creme, mas poderão fazer simplesmente um creme de legumes.

 

Para nós dois esta sopa dá sempre para 2 ou 3 dias, por isso depois de comermos passo para um tacho mais pequeno ou para um "tupperware" com tampa e coloco no frigorífico, assim dá para vários dias sem se estragar.

 

Bom apetite :)

 

   

 

Custo: Para mim esta sopa teve um custo de 0,20€, se tanto, uma vez que os legumes eram quase todos caseiros. Para quem tenha que comprar tudo ficará por cerca de 1,90€.

publicado por Rosa Cristiana* às 15:15
30
Nov
12

Hoje, deixo uma receita de uma sopa simples mas muito saborosa.

 

A sopa sabe sempre bem, mas especialmente no inverno sabe bem uma sopa quentinha :)

 

Tenho feito várias vezes esta sopa, usando os alhos que a minha mãe plantou :)

 

Ingredientes:

2 alhos franceses

2 batatas grandes (desta vez coloquei uma batata e um chuchu)

1 cenoura

1 cubo de caldo de carne

sal

 

Modo de preparação:

Arranja-se o alho francês, eu coloquei dois, mas também depende do tamanho, pode levar apenas um, aproveitar a parte branca e também as partes verdes que sejam boas para aproveitar. Normalmente guardo as partes verdes no congelador para outras sopas, mais à frente falarei, para não ficar muito pesada. Descascam-se as batatas e cenouras e cortam-se em pedaços pequenos. Levamos ao lume com água temperada com sal para cozer, com algumas partes do alho francês que já não sejam brancas, mas não sejam as folhas verdes também, colocar também o caldo de carne, caseiro de preferência :) Deixar cozer e triturar tudo com a varinha mágica.

Podemos adicionar mais água se for necessário para a sopa, deixar ferver e depois adicionar o alho francês, que foi previamente cortado em rodelas.

 

Esta é a receita simples, por vezes adiciono também uns grães de arroz, ou um pouco de massa ou até uma batata partida em pedaços pequenos, junto com o alho francês, depende do gosto e da imaginação :)

 

Esta sopa pode ser também uma forma de aproveitar batatas cozidas que por vezes sobram de outras comidas.

 

Aqui nada se estraga, tudo se transforma {#emotions_dlg.sol}

 

 

Bom apetite :)

publicado por Rosa Cristiana* às 09:30
mais sobre mim
Dica da Semana

Publicidade
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO