Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
Contacto
Dúvidas ou sujestões dicasparapoupar@gmail.com
Newsletter

Escreve aqui o teu e-mail:

Delivered by FeedBurner

19
Abr
16

Já partilhei mais que uma receita de pão ralado caseiro, feito com sobras de pão torrado ou simplesmente com tostas (como habitualmente faço, porque raramente temos sobras de pão).

No entanto sei que com o stress do dia-a-dia nem sempre conseguimos fazer o pão ralado para a receita pretendida, sejam bifes panados, croquetes, rissóis, filetes, etc.

No outro dia fiz pão ralado a mais e cheguei à conclusão que o pão ralado fica ainda melhor quando feito com atencedência e guardado num frasco fechado ou num tupperware, assim já não há desculpa.

Num dia que tenham um pouco mais de tempo aproveitem, conforme esta receita, que é a mais habitual cá em casa por ser muito mais saborosa que a simples, picar na picadora tostas, alhos e salsa (ou outras ervas a gosto).

Depois basta colocar num frasco e guardar para futuras utilizações, pode ser guardado à temperatura ambiente durante muito tempo que não se estraga.

Eu aproveitei para reutilizar um frasco do mel.

Assim temos pão ralado caseiro bem melhor e mais barato que o de compra para qualquer altura.

Quem já experimentou este pão ralado?

13059518_1130160197014304_1273237916_n.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 08:35
30
Dez
15

O bolo rei é umas das coisas que sobra sempre, por cá este ano foram bastantes, alguns foram diretamente para o congelador ainda bem frescos, assim quando os tirarmos estarão como se tivessem acabado de vir da padaria.

No entanto mesmo do bolo que fica para a consoada sobra sempre e vai ficando uma e outra fatia durante vários dias, até que  começa já a ficar um pouco rijo e pouco saboroso, assim a opção foi uma dica que vi por aí algures na blogosfera, fazer bolo rei torrado para acompanhar com um belo cházinho, dura mais tempo fechado num frasco ou lata e assim conseguimos manter o bolo rei bom durante muito mais tempo.

Assim, cortei o bolo rei em fatias finas, coloquei num tabuleiro e levei ao forno a tostar um pouco, sem deixar torrar demasiado claro, depois podem comer conforme mais gostarem, ainda em quente ou comer estas torradas docinhas acompanhadas com um chá bem quentinho.

Espero que gostem. 

IMG_8429-horz.jpg

 Bom apetite!

publicado por Rosa Cristiana* às 08:41
28
Dez
15

Depois do Natal, acaba por haver sempre muitas sobras, mas como por cá nada se estraga, tudo se transforma, neste e nos próximos posts teremos algumas dicas de aproveitamento de sobras de Natal.

Hoje vamos aproveitar as sobras do bacalhau, dependendo da forma como o bacalhau foi confeccionado, este é um excelente aproveitamento de sobras duma salada de bacalhau com grão de bico.

Ingredientes:

sobras de bacalhau cozido (ou assado) desfiado

3 chávenas de grão de bico cozido (podem ser sobras)

2 cenouras pequenas raladas

6 dentes de alho picados

3 batatas cozidas

couve lombarda ou couve portuguesa cozida (podem ser sobras)

azeite e piri-piri

1 broa de milho pequena picada

 

Modo de preparação:

Num tacho grande, colocar os dentes de alho picados a refogar com um pouco de azeite, refogar um pouco e acrescentar a cenoura ralada, refogando mais um pouco, acrescentar então o bacalhau desfiado e mexer sempre de forma a fica bem desfeito o bacalhau, acrescentar de seguida o grão de bico, as batatas partidas em pequenos cubos e a couve cortada em pequenos pedaços ou em caldo verde, acrescentar mais azeite para não agarrar e misturar tudo muito bem, finalmente adicionar a broa de milho picada, acrescentar mais um pouco de azeite e temperar com piri-piri a gosto, mexer bem e tapar o tacho até que todos os ingredientes fiquem bem quentes.

E está pronto a servir.

Esta é uma pequena variante ao nosso bacalhau com broa, mas feito no tacho.

Uma deliciosa refeição e feita de sobras.

Existem outras refeições que podem ser feitas com aproveitamento de sobras de bacalhau do Natal, Bolos de bacalhau, Bacalhau à brás, Bolo de Bacalhau com azeitonas ou mesmo Bacalhau à Gomes de Sá.

12399388_1058299790867012_1825035205_n.jpg

 

Bom apetite :)

publicado por Rosa Cristiana* às 09:35
02
Set
15

Depois das férias estou de volta com muitas novidades, hoje trago algumas dicas das refeições que é possível fazer com sobras de carne, no meu caso eram sobras de várias refeições, de frango estufado, de carne assada, entre outras sobras que fui guardando no congelador, toda junta era um quilo de carne, que foi toda picada na picadora (quem tem filhos pode aproveitar também para juntar alguns legumes cozidos à mistura).

Preparei a carne para croquetes, fazendo juntando também sobras de molho para dar mais sabor, rendeu uma refeição para 4 pessoas e 20 rissóis e 23 bolinhas que congelei, que mais tarde renderam mais 5 refeições para duas pessoas.

Resumindo, rendeu as seguintes refeições:

- Croquetes e rissóis para 4 pessoas

- 2 refeições de rissóis para 2 pessoas

- 1 refeição de rissóis para 1 pessoa

- 2 refeições de croquetes para 2 pessoas

- 1 refeição de "almôndegas" para 1 pessoa

- 1 tacinha de paté de carne (usei para entrada, mas daria facilmente uma refeição numa sandes acompanhada de tomate, alface e um ovo cozido)

Agora vamos às receitas:

- Para os croquetes (bolinhas) podem ver aqui a receita, usei o mesmo recheio para fazer os rissóis de carne, para panar utilizei pão ralado aromatizado caseiro.

- Para as "almôndegas", acrescentei a um pouco de molho de tomate algumas bolinhas dos croquetes

- Para o paté, retirei um pouco de carne, depois de a passar na picadora, antes de fazer o preparado dos croquetes e acrescentei maionese até ter a consistência desejada.

Estas são apenas algumas sugestões de aproveitamento de sobras de carne, para outras sobras podem ver aqui.

20141115_180908-tile.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 08:26
29
Jul
15

A cerca de 15 dias das férias, por cá  é altura de limpar o congelador, pois todos os anos o descongelo e deixo tudo desligado durante as férias.

Assim, foi altura de gastar uns frutos vermelhos que andavam pelo congelador há algum tempo, foram comprados para uma sobremesa, mas as sobras ficaram sempre lá, as ideias eram várias, mas por falta de tempo ou por a quantidade também já era pouca foram ficando sempre, até que decidi transformá-los num delicioso frasquinho de compota.

Ingredientes:

150g de frutos vermelhos congelados (se forem frescos melhor)

7 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (sopa) de água

raspa de 1/2 limão

 

Modo de preparação:

É uma receita muito simples, basta num pequeno tacho colocar os frutos vermelhos, podem ser ainda congelados, o açúcar, a água e a raspa de limão e deixar ferver em lume brando, mexendo com frequência.

Ter em atenção que como é pouca quantidade de doce atinge o ponto rapidamente, quando atingir ponto de estrada desligar e colocar num frasquinho previamente esterilizado. A mim rendeu apenas um pequeno frasco que utilizamos para barrar no pão ou em torradas.

Poderia simplesmente fazer um batido, ou um gelado batendo os frutos ainda congelados com um pouco de iogurte grego ou natas, mas ainda me falta o bem dito liquidificador, que a minha picadora não é eficaz em experiências deste tipo e achei que para nós seria mais útil esta compota.

Em breve teremos mais receitas relativamente a esta missão da limpeza do congelador, que poderão também usar com sobras de outras refeições.

11805926_986441904719468_1165330346_n.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 09:21
18
Fev
15

Estes sonhos de pescada são deliciosos e uma excelente opção para fazer com que miúdos e graúdos comam peixe sem reclamar :)

Desde a primeira vez que vi no sabor intenso, soube que tinha que experimentar, por parecer muito fácil e porque o J. não gosta muito de pescada, encontrei aqui uma opção para fazer mais vezes.

Fiz a receita com pequenas alterações:

 

Ingredientes:

300g de pescada (utilizei mimos de pescada Pescanova comprados com vales de desconto)

1 chávena de água de cozer a pescada

1 chávena de farinha

50g margarina

4 ovos

casca de 1 limão

sal e piri-piri

salsa picada

óleo para fritar

 

Modo de preparação:

Como o J. não gosta muito de pescada, optei por cozer antes a pescada com um pouco de sal, depois desfiei para uma tigela.

Entretanto fiz a massa dos sonhos, esta é a base que normalmente uso para fazer sonhos doces.

Levei a água a ferver (de cozer a pescada) com a margarina e a casca de limão, quando começar a ferver retirar a casca de limão e adicionar a farinha de uma vez, mexendo sempre até a massa cozer e desagarrar do tacho. Deixar arrefecer um pouco a massa, para não cozer os ovos e depois juntar um a um, misturando bem de forma a que fique uma pasta homogénea.

Acrescentar depois a pescada já desfiada, a salsa picada e um pouquinho de piri-piri a gosto, misturar bem até ficar homogéneo.

Levar a fritar pequenas bolinhas em óleo bem quente, escorrer sobre papel absorvente e estão prontas a servir.

Servi com um arroz de feijão e uma saladinha.

Também é uma boa refeição para levar na marmita, ou para reutilizar sobras de outras refeições.

Custo: Comprei os mimos de pescada com vale de desconto, mesmo sem qualquer acumulação de cupões continente, 10% ou 5€ em 20€, por exemplo, fica por 1,29€, juntando os restantes ingredientes gastei 1,50€ (os ovos são sempre caseiros, comprando os ovos ficará por 2€), que dá para pelo menos 2 refeições de 2 pessoas.

Bom apetite :)

IMG_20140911_205757.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 11:10
04
Fev
15

Comprei outro dia massa folhada no LIDL a bom preço, como entretanto não gastei coloquei no congelador, porque sabia que iria ser útil em breve, como é rectangular não é prática para uma tarte de nata, mas é muito boa para um folhado por exemplo, e foi mesmo para isso que a usei.

Haviam também já bastantes sobras de várias refeições de frango, então pus mãos à massa e fiz um delicioso folhado de frango.

Fiz um recheio muito semelhante às empadas de frango com pequenas alterações, vamos aos ingredientes:

- 1 massa folha rectangular

- sobras de frango já desfiado

- 1 cebola pequena

- 1 colher (sopa) de farinha

- 1 copo de água

- 1 colher (sopa) polpa de tomate

- azeite e piri-piri q.b.

- 1 ovo para pincelar

- sementes de sésamo

 

Modo de preparação:

A massa e o frango foram retirados ao meio dia do congelador para fazer para o jantar e foi suficiente.

Piquei a cebola e refoguei com um pouco de azeite, juntei a farinha e mexi muito bem para incorporar, acrescentei a água aos poucos, de forma a ficar uma mistura bem homogénea e a polpa de tomate para dar um pouco de cor e sabor. Juntei então o frango apenas desfiado e fui mexendo, de forma que o frango se desfizesse um pouco, verifiquei temperos, como eram sobras de frango estufado apenas adicionei um pouco de piri-piri, mas podem juntar também metade de um caldo de carne, se acharem necessário e acrescentar mais água, depende da quantidade de frango, para que fique com um pouquinho pouco de molho. Mexer bem e deixar ferver mais 5 minutos, sem deixar agarrar.

Podem entretanto ligar o forno a 180º para ir aquecendo, esticar a massa e colocar o recheio até metade do rectângulo, cobrir com a outra metade, depois com a ajuda de um garfo, calcar as pontas de forma a não sair nenhum recheio. Pincelar com um ovo batido e polvilhar com sementes de sésamo ou outras as gosto, fica bonito e faz bem :)

Levar ao forno já quente até a massa folhar bem e alourar, sem escurecer muito.

Como sobrou um pouco de ovo de pincelar, coloquei numa forma de queques, com um pouco de sal e piri-piri, um pouquinho de frango e sementes de sésamo, fiz uma mini omelete no forno, ao mesmo tempo do folhado.

E assim se poupa, fazendo uma refeição de sobras, rápida e muito saborosa.

Podemos comer apenas assim o folhado e uma sopa, ou então acompanhar com arroz de ervilhas, por exemplo, também fica muito bom. Também é uma boa receita para levar na marmita :)

Aqui está, o recheio ainda no tacho, o folhado já a sair do forno e depois no prato, para verem como fica no interior.

IMG_8427-horz.jpg

 

Bom apetite :)

publicado por Rosa Cristiana* às 09:10
27
Out
14

Comprei na semana passada um abacaxi numa promoção do Intermarché, que amadureceu num rápido, mais do que eu previa, por isso ontem foi a sobremesa do almoço.

Para descascar, utilizei um descascador de ananás da Oriflame, foi uma enorme ajuda neste processo.

Depois como não gosto de desperdiçar, decidi fazer sumo de ananás, vi pela primeira vez esta receita no site Poupa e Ganha, já à imenso tempo e quando a vi sabia que um dia teria que experimentar, fiz umas pequenas alterações e ficou uma delícia.

Lavei bem as cascas do abacaxi, parti em bocadinhos, cortei também a parte do meio e levei tudo a ferver com água, deixei durante cerca de 30 minutos a ferver.

Como o abacaxi ainda tinha um pouco de polpa agarrada à casca, cortei essa polpa toda, juntei na água de ferver as casas, junto também com o veio do meio partido em bocadinhos, triturei tudo com a varinha mágica e coei, dando origem a um delicioso sumo. Como com a varinha ainda fica um pouco de polpa por triturar completamente, ainda deu um pouco de trabalho, com o liquidificador teria sido mais fácil, será uma das minhas próximas aquisições. Não juntei açúcar porque o abacaxi já estava bem madurinho e doce, mas podem juntar um pouco se pretenderem :)

No entanto adorei a experiência, como costumo dizer, as coisas quando são feitas com gosto não cansam, e então quando ficam boas ainda melhor :) Um sumo delicioso, sem corantes, nem conservantes, tudo ao natural, como eu gosto 

Cá está o processo, as cascas partidas e prontas e ir para o tacho para ferver e depois o suminho já pronto :)

20141026_084114.jpg20141026_144504.jpg

Experimentem que vale a pena 

publicado por Rosa Cristiana* às 09:14
20
Out
14

Esta receita, não é mais que um aproveitamento de sobras de frango estufado, assado ou cozido, sempre que sobra frango, desfio e coloco numa tacinha no congelador, porque normalmente as sobras não dão para outra refeição.

Depois de juntar sobras de várias refeições, aí já conseguimos obter para uma refeição, nem sempre acontece isso, às vezes até sobra bastante, mas também não é muito boa ideia passar uma semana a comer frango, por isso congelar é sempre uma boa solução. Neste caso usei até sobras de frango que também tinham couve lombarda e uns bocadinhos de couve, sobras da receita de frango com couve lombarda.

 

Ingredientes:

Sobras de frango

1 cebola pequena

3 colheres (sopa) de polpa de tomate

1/2 copo de vinho branco

1 colher (sopa) maisena (opcional)

azeite, sal e piri-piri q.b.

14 folhas massa para lasanha

200 g queijo mozzarella ralado

 

Modo de preparação:

Desta vez optei por picar a carne de frangi (e sobras de couve) na picadora antes, para ficar tudo triturado, uma vez que da última vez que fizemos lasanha se frango não gostámos muito, assim já tinha pensado nesta alteração. Piquei tudo na picadora. Entretanto fiz um refogado com a cebola e um pouco de azeite, deixei alourar e acrescentei a carne e um pouco de vinho branco, deixei ferver um pouco, depois juntei água de forma a tapar a carne, a polpa de tomate e retifiquei temperos, porque levando a água o frango ficaria sem sabor, deixei ferver durante um bocado, entretanto retiro duas colheres de molho, para arrefecer um pouco e para engrossar o molho juntei a farinha maisena (misturada antes no molho retirado para fora), esta é uma parte opcional, mas como às vezes os molhos da lasanha ficavam muito líquidos, passei de vez em quando a colocar maisena e tem resultado bastante, misturei com a água morna para não ficar encaroçada. Deixar apurar mais um pouco e agora vamos montar a lasanha.

Com uma colher passar um pouco de molho do frango no pirex de ir ao forno, dispor a massa de lasanha, colocar uma camada e carne e um pouco de queijo, outra de massa, carne e queijo, não é preciso muito, até terminarem os ingredientes, a última camada é de massa e por cima leva uma boa dose de queijo ralado, eu até utilizei em fatias, comprei ao balcão que fica normalmente mais barato, mas como não me apetecia ralar, comprei fatiado.

Cá em casa não gostamos de bechamel por isso não uso, por isso deixo ficar a carne sempre com um pouco de molho para que ao ferver a massa consiga cozer bem, se preferirem podem cozer a massa antes em água a ferver com um fio de azeite, ou utilizar massa fresca, eu utilizo sempre seca e nunca a pré-cozi antes, tem corrido bem :)

Levar a lasanha ao forno pré-aquecido a 180ºC até derreter e alourar o queijo e está pronta a servir.

Esta lasanha deu para 2 refeições de 2 pessoas :) E assim se aproveitam sobras numa refeição deliciosa :) Podem servir sozinha com acompanha com uma salada :)

Sugestão: Triturar legumes junto com a carne é uma boa opção quando os filhos não gostam de algum legume, ou estão sempre a reclamar, tal como na sopa, podemos colocar muitos ingredientes secretos sem que eles saibam, isto com filhos e também com maridos esquisitos 

Custo: Refeições de sobras não contabilizo o valor das sobras que já foram contabilizados noutra refeição, assim contando apenas a massa e o queijo ralado, temos um custo de 1,90€.

Cá está ela, a minha lasanha de frango :)

IMG_8327-horz.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 09:09
16
Out
14

Dia mundial da alimentação é um dia onde devemos não só ponderar se estamos a fazer uma alimentação saudável no nosso dia-a-dia, mas também o desperdício de alimentos que ocorre diariamente na casa de muitas famílias, em restaurantes, supermarcados entre outros.

 

Ouvi de manhã uma reportagem sobre um concurso apresentado pela Deco Proteste que visa combater o desperdício alimentar, salientando principalmente esse assunto entre os jovens para que chegue mais facilmente a todas as famílias, chama-se Green Chef, podem ver mais informações no site da Deco.

 

Pronto mas vamos ao que interessa, com esta reportagem lembrei-me que seria interessante partilhar hoje mesmo um post com todas as receitas aproveitamento de sobras que andam aqui espalhadas pelo blog, sim porque é muito importante o aproveitamento das sobras para combater o desperdício de alimentos, já sabem por cá quando não se gasta vai para o congelador, depois tenho que ir analisando o congelador para não deixar acumular coisas durante muito tempo, sim mas isso já é assunto para outro tópico.

 

Agora que recomecei até estou numa de escrever para raio. Ultimamente a vontade de escrever tem sido tão pouca, é falta de tampo também, mas não só, cansaço e um pouco de malandrice à mistura. Até tenho algumas ideias, mas na hora de as escrever não saiem, dias melhores virão, e pelo menos assim já sabem que pelo menos não morri, quem ainda se lembra de mim, está claro.

 

Vamos então ao assunto do post, as diversas receitas com aproveitamentos de sobras:

 

Sobras de carne / frango:

Folhado de carne

Croquetes de carne

Sobras de carne, salsichas, milho e arroz

Empadas de frango

Quiche de frango

Arroz de frango

Massa com frango gratinada

 

Sobras de peixe / bacalhau:

Croquetes de peixe

Bolos de bacalhau

Omelete / Tortilha de Bacalhau

Bolo de bacalhau e azeitonas

Omele bacalhau no forno

 

Sobras de pão:

- Pão ralado normal ou aromatizado

Pudim de pão

 

Boas poupanças e mantenham uma alimentação acima de tudo saudável 

publicado por Rosa Cristiana* às 14:05
mais sobre mim
Dica da Semana

Publicidade
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO