Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
15
16
22
23
25
26
29
30
Contacto
Dúvidas ou sujestões dicasparapoupar@gmail.com
Newsletter

Escreve aqui o teu e-mail:

Delivered by FeedBurner

14
Dez
12

Por norma evito tomar qualquer tipo de medicamentos, seja para a gripe, para as dores de cabeça, dores de barriga ou febre.

 

Só tomo mesmo se a dor não passar, prefiro sempre fazer um chá quentinho que me alivie e fazer xaropes caseiros :)

 

Não sou mesmo nada de tomar remédios, mas quando li esta notícia no site da Deco, fiquei ainda com menos vontade de tomar medicamentos e então este tipo de medicamentos gripais é que nunca mais.

 

Por experiência própria, achei que o Cegripe não valia nada, tomei à uns anos porque mo aconselharam na farmácia e não melhorei em nada a gripe, o que de vez em quando tomava ainda era o Ilvico N, mas já à algum tempo que não tomo. Faço chá quentinho com mel à noite e como muitas clementinas e laranjas, muita vitamina C ajuda a evitar gripes e constipações e melhor de tudo é natural :)

 

Não me lembro já o último ano que tive uma gripe forte, começo com um pouco de febre as vezes, mas logo passa, sem tomar qualquer remédio, por norma, ou tenho sorte ou um dias destes caio de cama que não me levanto 15 dias :P

 

Assim, leiam bem a notícia da Deco, onde diz que são desaconselhados os medicamentos antigripais, além de terem substâncias que podem interagir com outros medicamentos que a pessoa toma, ainda tem riscos a contraindicações adversa. Aliás se forem ao hospital ou ao médico, não vos receitam este tipo de medicamentos, receitam um Paracetamol ou Ibuprofeno para aliviar as dores e febre, e a gripe passará com o tempo.

 

Eu por mim prefiro nem tomar nenhum, mas isso é a minha opinião e quando as dores são muito fortes e não se aguentam lá tem que ser.

 

Bom fim de semana com muita saúde :)

publicado por Rosa Cristiana* às 09:32
De Mónica Pereira a 18 de Dezembro de 2012 às 22:52
Exactamente o mesmo acontece comigo! Até parece que fui eu que escrevi esse texto. Eu até costumo dizer na brincadeira que "fujo dos comprimidos a sete pés".
E concordo, acho que quem vai logo a correr tomar qualquer coisa mal tosse não fica com defesas nenhumas, e nem os médicos aconselham que se tome nada nos 2 primeiros dias. Uma vez já alguns anos apanhei uma gripe daquelas de Verão, e a minha mãe levou-me quase arrastada ao médico, quando o médico me perguntou desde quando estava assim e eu lhe respondi "desde manhã!" levei um raspanete... por isso só se não passar ao fim de 2 ou 3 dias...
Também é muito raro apanhar uma gripe, e no meu trabalho apanho muito frio, chuva, calor e vento...
Esse tipo de medicamentos cegripes, antigripines e afins não me dizem nada. Nessas ocasiões recorro à velha aspirina e pronto!

mais sobre mim
Dica da Semana

Publicidade
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO