Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
27
28
29
30
Contacto
Dúvidas ou sujestões dicasparapoupar@gmail.com
Newsletter

Escreve aqui o teu e-mail:

Delivered by FeedBurner

26
Set
16

Todos os anos a minha mãe costuma ter muitos tomates, por isso como aqui em casa nada se estraga, tudo se aproveita as receitas para aproveitar tomates são muitas.

IMG_7203-tile.jpg

Este ano a produção de tomates foi mais pequena, mas deu ainda para guardar alguns para ir utilizando durante o ano.

Assim se têm muitos tomates para aproveitar não os deixem estragar, isso é que não, as utilizações são variadas para utilizar na hora, como em saladas, quando não estão muito maduros, em refogados, simples com massa, em molhos, etc etc, aqui ficam as minhas sugestões:

Doce de tomate - Talvez a receita mais conhecida para aproveitar tomates, inicialmente estava reticente em fazer este doce pois achei que cá em casa ninguém iria gostar, pois bem que me enganei, desapareceu num ápice, ficou uma verdadeira delícia.

Polpa de tomate caseira - Uma excelente forma de aproveitar também muitos tomates, podem conservar congelando em taças ou frascos, ou se fizerem a pasteurização caseira, fervendo os frascos (depois de bem esterilizados e já com a polpa de tomate, bem fechados) numa panela com água até cerca de 3/4 do frasco, durante cerca de 15 minutos, deixando depois arrefecer na mesma panela, podem guardar num local fresco e seco durante algum tempo.

Molho de tomate para pizza - Uma receita muito semelhante á polpa de tomate, mas especialmente para molho de pizza, pode ser conservado também conforme referi acima.

Congelando os tomates inteiros - a forma mais básica de conservar os tomates, quando se tem espaço para isso, depois são muito fáceis de cascar congelados para serem adicionados normalmente nas comidas.

Congelando os tomates em covetes ou pequenas taças - Podem ser congelados partidos em pequenos pedaços ou triturados com a varinha mágica, quando o tempo não dá para mais e o espaço também não dá para os guardar inteiros.

Molho fresco de tomate - Fazer um molho com tomate sem recorrer a nenhum refogado, que pode ser adicionado a massas imediatamente depois de feito ou depois de descongelado, as utilizações são várias. Tomate fresco e óregãos são os ingredientes principais, uma excelente forma de arranjar o tomate de forma fácil e rápida é cortar os tomates ao meio e com a ajuda de um ralador, ralar o tomate até ficar apenas a casca.

Tomate seco - É uma receita que nunca fiz, mas podem encontrar aqui uma receita que me pareceu muito fácil.

E vocês conhecem mais alguma forma de aproveitar tomates? Quais as que mais utilizam?

publicado por Rosa Cristiana* às 12:10
21
Set
16

No âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, os operadores de transportes públicos da Área Metropolitana de Lisboa vão oferecer um mês gratuito aos novos clientes que adiram ao passe intermodal no dia 22 de Setembro de 2016.

Aproveitem, só é válido para o passe comprado amanhã por isso estejam atentos e apressem-se porque as filas devem ser grandes.

Mais informações aqui.

publicado por Rosa Cristiana* às 09:10

Já têm a vossa tomada inteligente? A EDP está novamente a oferecer, por isso peçam já a vossa antes que esgote.

tomoda_design.png

 

Esta tomada permite uma poupança de cerca de 44€ por ano por termos equipamentos em stand-by, assim ligando o aparelho principal (computador ou TV) no ponto de entrada principal da tomada e os restantes equipamentos nas outras entradas da tomada. Sempre que o equipamento principal é colocado em stand-by, a tomada inteligente desliga-se automaticamente ficando todos os aparelhos desligados.

Funciona perfeitamente também com TV, depois basta direccionar o comando para o led da tomada e os aparelhos ligam normalmente.

Aproveitem que é grátis.

publicado por Rosa Cristiana* às 07:58
20
Set
16

Lay-AMI-CampanhaRX-GOpost-800x600px.jpg 

Já começou a Campanha de Reciclagem de Radiografias da AMI.

Até dia 4 de outubro, vai ser possível entregar nas farmácias do país, as radiografias com mais de cinco anos ou sem valor de diagnóstico e assim contribuir para nos ajudar a continuar a nossa missão.

Nos 20 anos que tem esta campanha, já recolhemos quase 1.600 toneladas de radiografias, tendo conseguido, através da sua reciclagem, obter quase 16.000kg de prata (cerca de 800kg por ano), que não só não vai para o lixo e aterros, como depois de reciclada é reintroduzida no mercado de matérias-primas.

Todos os anos, esta Campanha gera fundos que permitem financiar um dos 16 equipamentos e respostas sociais da AMI em Portugal.

Por isso já sabem, destralhar também pode ser uma atitude solidária, eu já tenho as minhas radiografias velhas num envelope para entregar numa farmácia :)

publicado por Rosa Cristiana* às 16:51
06
Set
16

 

Aproxima-se um novo ano escolar e a despesa com os livros escolares é sempre um grande peso no orçamento familiar de muitas famílias.

No entanto temos já muitas formas de reduzir ou mesmo eliminar esta despesa:

Procendo à troca de livros gratuitamente onde o custo pode ser nulo, uma vez que poderá trocar livros de anos anteriores com os livros do novo ano, ou simplesmente trocar outros livros ou coisas que já não precisem e interessem às outras pessoas, através de vários sites como o reutilizar.org, o winkingbooks ou mesmo no troca-se. Podem também consultar na escola dos vossos filhos se já promovem a troca de livros escolares.

Comprando livros usados onde os descontos podem ser superiores a 70%, através de sites como o OLX ou o Custo Justo ou também o Book In Loop, onde podem comprar e também vender os livros escolares de anos anteriores. É importante promover nas crianças a boa utilização dos livros para que possam ser vendidos ou dados no ano seguinte.

Se optarem por comprar livros novos já não há razão para não o fazerem com algum desconto, pois são muitos os sites e mesmo lojas que promovem descontos de pelo menos 10% na compra dos livros escolares, alguns exemplos, Continente Online, Bertrand, Wook, Leya, Fnac, El Corte Inglés.

Caso o seu filho entre para o 1º ano terá direito aos livros gratuitamente.

Boas poupanças.

publicado por Rosa Cristiana* às 12:31
05
Set
16

A Fundação Francisco Manuel dos Santos tem até dia 11 de Setembro uma campanha em que oferece um livro por cada amigo convidado para a Newsletter, oferecem um livro a vocês e ao amigo, aproveitem só até 11 de Setembro.

traga um amigo receba um livro.png

publicado por Rosa Cristiana* às 09:22
02
Set
16

Sempre que utilizo vales de desconto da Pescanova, conseguindo muitas vezes óptimas compras que me perguntam como consigo obter os vales de desconto, aqui fica a resposta: participando em passatempos que frequentemente a Pescanova tem no site.

Este mês temos mais um passatempo de caça ao tesouro, desta vez a caça às filetes, por cada 20 filetes conseguidas podemos obter um vale de desconto de 2€ (máximo 2 por pessoa/lar) e podemos obter ainda um através da Happy Hour.

Participem e ganhem assim vales de desconto que podem ser sinónimo de óptimas compras.

pescanova_passatempos_filetes_detalhe_1270x413_exp

 P.S. Uma ajuda, a resposta à pergunta de hoje é "Argola".

publicado por Rosa Cristiana* às 14:01
29
Ago
16

as profissões de um bombeiro.png

Muitas aventuras tenho vivido nestes últimos meses, que não me tem facilitado a escrita no blog, no entanto não podia deixar de lembrar os mais esquecidos, simplesmente porque certamente muitos foram de férias, o tempo passa e o prazo está a terminar para comprar este belo livro, cujas receitas revertem na totalidade para ajudar os bombeiros portugueses.

O valor é bastante baixo e a ajuda pode ser imensa, mesmo que não tenham filhos podem sempre comprar para oferecer a amigos ou familiares, é sempre bom uma prenda que além de solidária e também muito educativa.

Não se esqueçam que a campanha termina a 31 de Agosto, por isso se ainda não compraram o livro, não custa muito passar numa loja Intermaché, Bricomarché ou Roady e comprar para ajudar.

Até breve 

publicado por Rosa Cristiana* às 12:54
23
Jun
16

Tantas vezes vi esta receita pela blogosfera que tive que testar, umas bolachas bem deliciosas.

Ingredientes:

2 bananas grandes esmagadas

2 chávenas de aveia sem glúten 

Depois poderão acrescentar outros ingredientes a gosto:

- Côco (usei 1 chávena)

- Pepitas de chocolate

- Passas

- Nozes, amêndoas.

Depende do gosto e a escolha é variada.

 

Modo de preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Eu triturei um pouco a aveia na picadora, não até ficar farinha mas para ficar um pouco mais fina que os flocos, podem triturar na totalidade até ficar em farinha. Depois numa taça misturar a aveia com as bananas esmagadas misturando muito bem até ficar uma mistura homogénea. E estão as bolachas prontas, não é necessário a adição de açúcar porque as bananas já são doces.

Depois neste ponto podem acrescentar os outros ingredientes a gosto, eu coloquei uma chávena de côco e misturei muito bem.

Coloca-se então num tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal com a ajuda de uma colher ou formando pequenas bolinhas que depois serão achatadas para ficarem em forma de bolacha. Levar depois ao forno cerca de 10 minutos ou até as bolachas estarem prontas. Depois basta deixar arrefecer e estão óptimas para comer, se forem guardadas num recipiente hermético duram vários dias.

Bolachinhas deliciosas e bem saudáveis, ideias para levar para um snack para o trabalho.

20160510_084202.jpg

publicado por Rosa Cristiana* às 15:29
23
Mai
16

Desde que criei este blog e me fui “especializando” na arte de poupar que existem muitos produtos que simplesmente deixei de comprar e que podem fazer bastante diferença no orçamento familiar, principalmente porque a maioria deles estão relacionados com a alimentação:

- Pão ralado, antes comprava apenas pão ralado simples e não era nada barato, agora faço pão ralado com alho e ervas (salsa), muito mais barato, mais natural e fica uma delícia

- Rissóis, croquetes e bolos de bacalhau, são fritos e não era algo que comprasse muito, mas de vez em quando, principalmente em festas lá era mais uma despesa, já para não falar que a qualidade dos caseiros é muito melhor e muitas vezes são feitos de sobras, também podem congelar antes de fritar e ter uma refeição pronta em poucos minutos.

- Bifes panados – Simplesmente já não compro, basta um bife, ovo e pão ralado bem caseiro para ter bifes prontos a panar e são ótimos para uma refeição rápida, até descobri uma versão sem ovo, boa para alérgicos ao ovo.

- Lasanha – Por vezes comprava para uma refeição rápida, daquelas lasanhas pré-feitas, mas desde que comecei a fazer caseiras nunca mais quis das outras, para além de ser comida processada, é em muito inferior à caseira. Pode demorar um pouco mais de tempo, mas compensa pelo sabor e qualidade, quem quiser também pode preparar previamente e congelar para utilizar posteriormente, comecei pela lasanha bolonhesa, mas agora tenho feito mais de frango, é a preferida.

- Pizzas – Desde que comecei a fazer pizzas caseiras que não comprei mais daqueles que antes comprava, congeladas ou frescas para depois aquecer no forno ou no micro-ondas, são mais rápidas mas de qualidade inferior, nas caseiras podemos colocar tudo o que nos apetecer e sabemos exatamente o que leva, para uma refeição mais rápida podemos sempre fazer umas mini-pizzas com pão de forma. Muito raramente compro umas feitas em forno a lenha a um Sr. que vende numa carrinha, que são simplesmente uma delícia, mas neste momento não como há mais de 6 meses.

- Bolos – Quando havia uma festa era um dinheirão que gastava em bolos, agora faço sempre um bolinho caseiro, seja qual for a ocasião, podem não ser tão bonitos como os de compra, ainda não sou nenhuma pasteleira profissional, mas são com certeza mais saudáveis e naturais e muito mais económicos também.

- Biscoitos e bolachas – Bolachas só compro bolacha maria para fazer de vez em quando um bolo de bolacha, de resto fazemos bolachinhas e biscoitos caseiros.

- Doces e compotas – Para aproveitar fruta ou legumes de sobra comecei a fazer alguns doces e compotas, que ficam uma delícia, assim muito raramente compro, na época da fruta prefiro comprar fruta a bom preço e fazer o meu próprio doce. O mesmo com a marmelada.

Bem e deve haver mais algumas coisas que deixei de comprar, outras que simplesmente nunca comprei, e assim conseguimos poupar centenas de euros. Principalmente comida processada ou serviço de take away é algo que não se utiliza cá por casa, a comida caseira além de ficar mais barato é também mais saudável porque sabemos o que comemos.

 

publicado por Rosa Cristiana* às 08:30
mais sobre mim
Dica da Semana

Publicidade
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO